ABolsaNãoPodeCair

av. pompéia, novembro de 2008.

(remexendo os arquivos…)


Na contra-mão do interesse público (e dos estudos e práticas mais sérios sobre mobilidade e sustentabilidade urbanas), as “autoridades” de São Paulo, com apoio da grande mídia e de parte da população,  seguem a condenar o rio Tietê, a cidade e todos e todas que nela vivem  à agonia, à poluição, à degradação, à morte lenta e dolorosa.

Eis algumas cenas da barbárie que está-se realizando em nome dos nem 30% que utilizam automóveis particulares.

de quem só lembra do rio pelo mau cheiro ao qual se expõe quando de mais um engarrafamentozinho quilométrico de cada dia.

ou quando o Tietê transborda e inunda não só as ruas e casas e lojas com suas águas pestilentas, mas seus valiosos carros de vidros escuros.

ora, quanta ousadia!

a indignação traduz-se em buzinas, caras fechadas e conformismo.

Há também cenas da ação de pessoas que insistem em querer construir um presente e um futuro melhores,

e sonham nadar no Tietê antes de morrer.

Completo 31 em alguns dias. será que terei esta sorte?

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-44

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-08

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-10

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-16

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-18

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-20

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-21

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-26

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-24

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-33

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-19

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-38

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-39

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-41

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-45

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-03

ProtestoEcocídioMarginalTietê18jun09-14

mais fotos aqui.

e aqui, aqui e aqui.


é apenas o começo.

dia 6 de maio, simultaneamente em Brasília, Belo Horizonte e São Paulo.

na capital do capital brasileira, foi na av. Paulista.

ForaGilmarSP02

ForaGilmarSP05
ForaGilmarSP07
ForaGilmarSP08
ForaGilmarSP11
ForaGilmarSP13
ForaGilmarSP14
ForaGilmarSP18
ForaGilmarSP26
ForaGilmarSP27
ForaGilmarSP29
ForaGilmarSP31
ForaGilmarSP33
ForaGilmarSP37

mais fotos aqui.

relatos:

www.grafiki-pall.blogspot.com

folhademacondo.blogspot.com/

descurvo.blogspot.com/2009/05/protesto-contra-gilmar-mendes-na-frente.html


oh, tanto tempo sem publicar por aqui…

e tantas coisas que quero compartilhar…

tem fotos da bicicletada de fevereiro e da pedalada pelada…

a tal da corrente de seis segredos que já fui acusada de quebrar!

e tantos textos, colagens, imagens sobre o que tenho lido, estudado, visto, sentido, intuído por aí…

pois então, este post é pra dizer que estou de volta à ativa,

vou colocar tudo em dia

(aos poucos, sim).

e, pra começar

assim, de modo simbólico

quero compartilhar algumas

experiências intensas

que me renovam as forças pra seguir adiante,

nadando contra a corrente.

(apesar de tudo.)

The Dirty Mac:

(The Dirty Mac: John Lennon on vocals and guitar, Eric Clapton on lead guitar, Keith Richards on bass, and Mitch Mitchell on drums. The Rolling Stones Rock’n’Roll Circus, Londres, 1968.)

My mother was of the sky
My father was of the earth
But I am of the universe
And you know what it’s worth”

Paulo Leminski:

já me matei faz muito tempo
me matei quando o tempo era escasso
e o que havia entre o tempo e o espaço
era o de sempre
nunca mesmo o sempre passo

morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulso
e clareia a alma

morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma”

Laerte:

Laerte


Dia Sem Carro é dia de festa, e o 22 de setembro reuniu em São Paulo seis centenas de pessoas a celebrar o espaço público, tomar a cidade de volta e vivê-la, de fato, de perto.

Plena, a praça do/a ciclista transbordava de alegria e empolgação, todo tipo de gente ali, toda sorte de encontros, de encantos, e sementes lançadas…

não há palavra capaz de exprimir.

BicicletadaDiaSemCarro08SP004

BicicletadaDiaSemCarro08SP010

BicicletadaDiaSemCarro08SP011

BicicletadaDiaSemCarro08SP015

BicicletadaDiaSemCarro08SP020

BicicletadaDiaSemCarro08SP025

BicicletadaDiaSemCarro08SP026

BicicletadaDiaSemCarro08SP028

BicicletadaDiaSemCarro08SP029

BicicletadaDiaSemCarro08SP031

BicicletadaDiaSemCarro08SP034

BicicletadaDiaSemCarro08SP038

BicicletadaDiaSemCarro08SP040

BicicletadaDiaSemCarro08SP043

BicicletadaDiaSemCarro08SP045

BicicletadaDiaSemCarro08SP049

BicicletadaDiaSemCarro08SP051

BicicletadaDiaSemCarro08SP053

BicicletadaDiaSemCarro08SP055

BicicletadaDiaSemCarro08SP061

BicicletadaDiaSemCarro08SP063

BicicletadaDiaSemCarro08SP065

BicicletadaDiaSemCarro08SP069

BicicletadaDiaSemCarro08SP071

BicicletadaDiaSemCarro08SP074

BicicletadaDiaSemCarro08SP075

BicicletadaDiaSemCarro08SP080

BicicletadaDiaSemCarro08SP081

BicicletadaDiaSemCarro08SP084

BicicletadaDiaSemCarro08SP088

BicicletadaDiaSemCarro08SP091

BicicletadaDiaSemCarro08SP092

BicicletadaDiaSemCarro08SP094

BicicletadaDiaSemCarro08SP096

BicicletadaDiaSemCarro08SP097

BicicletadaDiaSemCarro08SP101

BicicletadaDiaSemCarro08SP104

BicicletadaDiaSemCarro08SP106

BicicletadaDiaSemCarro08SP108

BicicletadaDiaSemCarro08SP109

BicicletadaDiaSemCarro08SP111

BicicletadaDiaSemCarro08SP115

BicicletadaDiaSemCarro08SP117

BicicletadaDiaSemCarro08SP118

BicicletadaDiaSemCarro08SP122

BicicletadaDiaSemCarro08SP124

BicicletadaDiaSemCarro08SP130

BicicletadaDiaSemCarro08SP134

BicicletadaDiaSemCarro08SP137

mais fotos aqui ou aqui.

mais relatos e fotos:

fotos:

vídeos:


because the world is round
it turns me on

because the world is round…

because the wind is high
it blows my mind

because the wind is high…

love is old, love is new
love is all, love is you

because the sky is blue
it makes me cry

because the sky is blue…”

because, John Lennon.
em Abbey Road, 1969.

vim cantar sobre essa terra
antes de mais nada, aviso
trago facão, paixão crua
e bons rocks no arquivo
tem gente que pira e berra
eu já canto, pio e silvo
se fosse minha essa rua
o pé de ypê tava vivo

pro topo daquela serra
vamos nós dois, vídeo e livros
vou ficar na minha e sua
isso é mais que bom motivo
gorjearei pela terra
para dar e ter alívio
gorjeando eu fico nua
entre o choro e o riso

pintassilga, pomba, melroa
águia lá do paraíso
passarim, mundo da lua
quando não trino, não sirvo
caso a bela com a fera
canto porque é preciso
porque esta vida é árdua
pra não perder o juizo”

canto em qualquer canto, Ná Ozzetti e Itamar Assumpção.
em Estopim, Ná Ozzetti, 2005.

turn off your mind, relax and float down stream
it is not dying
it is not dying

lay down all thoughts, surrender to the void
it is shining
it is shining

that you may see the meaning of within
it is being
it is being

that love is all and love is everyone
it is knowing
it is knowing

and ignorance and hate may mourn the dead
it is believing
it is believing

but listen to the colour of your dreams
it is not living
it is not living

or play the game “existence” to the end
of the beginning
of the beginning
of the beginning
of the beginning
of the beginning
of the beginning”

tomorrow never knows, John Lennon.
em Revolver, 1966.


(incenso fosse música, Paulo Leminski)

A festa de seis anos de Bicicletada paulistana começou na Paulista e só terminou no “museu do olho”, em Curitiba!

em São Paulo, protesto em frente ao condomínio anti-bicicletas, passeio pela paulista e centro, uma maravilha compartilhada por mais de trezentas pessoas!

em Curitiba, mais umas cento e cinquenta pedalando, convivendo nessa cidade linda!

sol, gentileza, belas paisagens…

muitas risadas, boas conversas, viagens…

e na minha cabeça, Paulo Leminski…

BicicletadaJulhoSP-CWBp027

nada que o sol

não explique

tudo que a lua

mais chique

não tem chuva

que desbote essa flor

BicicletadaJulhoSP-CWBp003

BicicletadaJulhoSP-CWBp009

BicicletadaJulhoSP-CWBp010

BicicletadaJulhoSP-CWBp011

BicicletadaJulhoSP-CWBp013

BicicletadaJulhoSP-CWBp016

BicicletadaJulhoSP-CWBp018

BicicletadaJulhoSP-CWBp021

BicicletadaJulhoSP-CWBp022

BicicletadaJulhoSP-CWBp024

BicicletadaJulhoSP-CWBp031

BicicletadaJulhoSP-CWBp033

BicicletadaJulhoSP-CWBp039

BicicletadaJulhoSP-CWBp041

BicicletadaJulhoSP-CWBp042

BicicletadaJulhoSP-CWBp044

moinho de versos

movido a vento

em noites de boemia

vai vir o dia

quando tudo que eu diga

seja poesia

BicicletadaJulhoSP-CWBp047

BicicletadaJulhoSP-CWBp051

BicicletadaJulhoSP-CWBp052

BicicletadaJulhoSP-CWBp053

BicicletadaJulhoSP-CWBp054

BicicletadaJulhoSP-CWBp061

BicicletadaJulhoSP-CWBp065

BicicletadaJulhoSP-CWBp071

BicicletadaJulhoSP-CWBp078

BicicletadaJulhoSP-CWBp081

BicicletadaJulhoSP-CWBp085

se
nem
for
terra

se
trans
for
mar

BicicletadaJulhoSP-CWBp088

BicicletadaJulhoSP-CWBp097

BicicletadaJulhoSP-CWBp098

BicicletadaJulhoSP-CWBp100

BicicletadaJulhoSP-CWBp107

BicicletadaJulhoSP-CWBp108

acordei bemol

tudo estava sustenido

sol fazia

só não fazia sentido

BicicletadaJulhoSP-CWBp110

BicicletadaJulhoSP-CWBp118

BicicletadaJulhoSP-CWBp120

BicicletadaJulhoSP-CWBp126

BicicletadaJulhoSP-CWBp132

BicicletadaJulhoSP-CWBp138

BicicletadaJulhoSP-CWBp142

BicicletadaJulhoSP-CWBp145

BicicletadaJulhoSP-CWBp163

BicicletadaJulhoSP-CWBp169

(os passeios por Curitiba me trouxeram reminiscências brasilienses:

“nem tudo que é torto

é errado

veja as pernas

do garrincha

e as árvores

do cerrado”

Nicolas Behr)

BicicletadaJulhoSP-CWBp172

BicicletadaJulhoSP-CWBp181

BicicletadaJulhoSP-CWBp182

BicicletadaJulhoSP-CWBp187

coração

PRA CIMA

escrito em baixo

FRÁGIL

BicicletadaJulhoSP-CWBp192

BicicletadaJulhoSP-CWBp195

BicicletadaJulhoSP-CWBp202

BicicletadaJulhoSP-CWBp210

BicicletadaJulhoSP-CWBp217

BicicletadaJulhoSP-CWBp219

BicicletadaJulhoSP-CWBp221

BicicletadaJulhoSP-CWBp224

BicicletadaJulhoSP-CWBp226

não discuto

com o destino

o que pintar

eu assino

BicicletadaJulhoSP-CWBp227

BicicletadaJulhoSP-CWBp228

mais fotos aqui ou aqui.
poemas do curitibano Paulo Leminski.

muito mais fotos e relatos e vídeos!

são paulo – curitiba
apocalipse motorizado – relato
blog transporte ativo – relato
luna rosa – fotos (multiply)
luna rosa – fotos (flickr)
ciclobr – fotos

são paulo – fotos
flecha – cmi
juliana dihel
luddista
tessie

são paulo – fotos e relatos
cicloativando I
cicloativando II
falanstérios
panóptico
pedalante

são paulo – vídeos
tessie I
tessie II

curitiba – fotos e relatos
aninha
bicicletada curitiba
ciclista urbano cwb I
ciclista urbano cwb II
falanstérios
pedalante

curitiba – fotos
bicicletada curitiba
bikecicletas I
bikecicletas II
bikecicletas III
ciclobr
fahrad I
fahrad II
fahrad III
falanstérios
felipe
luna rosa I
luna rosa II
pedalante I
pedalante II
pedalante III
tessie

curitiba – vídeos
bicicletada
plá I
plá II

serra da graciosa
fotos – ciclobr
fotos – fahrad
fotos – falanstérios
relato – aninha
relato – falanstérios



ZumbiSomosNós81

As cidades se fecham em si mesmas

O argumento da degradação das relações humanas

Cria o elogio à violência

Que além de espiada e pensada

Coloca-se cada vez mais presente

No grande mundo através de guerras

No mundo interior na forma de discriminação

ZumbiSomosNós03
ZumbiSomosNós05
ZumbiSomosNós08
ZumbiSomosNós13
ZumbiSomosNós18

Uma série de pequenas maldades

Se destilam em nossas almas e mentes

Desejos íntimos de execuções sumárias

Admiração a justiceiros genocidas

Vem a nos preencher o interior vazio da consciência

Como um elixir entorpecente

Transborda nossas grutas interiores

Com desejo de morte e odor pútrido

Pra tudo aquilo que não entendemos

Que não conhecemos

Sem que isso crie em mim ou em você

Necessidade alguma de maior compreensão

Nem mesmo capacidade de sentir ou colocar-se no lugar do outro

ZumbiSomosNós21
ZumbiSomosNós24
ZumbiSomosNós25
ZumbiSomosNós27

E novamente tomados de desejos egoístas e assassinos

Clamamos: penas de morte e chacinas em nome de segurança

Cidades cada vez mais fechadas, condomínios, ruas particulares

Milícias, shoppings e torres de vidro blindado

Que nos assegurem de nossa própria vontade demente

De punir infratores

As infrações são sempre alheias

Estamos quase sempre ungidos de inocência e boa vontade

Não há nada de errado em se dar bem

Não hei de me tornar alvo por ser bem sucedido

E assim fecho-me em muralhas

O imperativo é nos isolarmos cada vez mais com nossas migalhas

ZumbiSomosNós29
ZumbiSomosNós32
ZumbiSomosNós37
ZumbiSomosNós42
ZumbiSomosNós47
ZumbiSomosNós55
ZumbiSomosNós59

Que se limpe a cidade: de ruídos noturnos, esmolantes, dos sujos,

Dos caídos, da alegria subversiva das meninas e meninos de rua,

Do vigor da prostituição, do apagado colorido dos bares populares

Dos cães de rua e seus respectivos donos, dos catadores de reciclável, da permissividade boemia,

da essência humana que coabita na coexistência dos diferentes.

ZumbiSomosNós61
ZumbiSomosNós65
ZumbiSomosNós70
ZumbiSomosNós72
ZumbiSomosNós74
ZumbiSomosNós79

Vamos limpar das cidades o desejo humano do prazerdo sexo

Permeados em olhos famintos que desejam e comem

O Brasil que tem fome

Nos isolando na reclusa solidão de nossas casas e apartamentos

Gozando a mais profunda perversão de nossos sentidos solos

Engaiolando nossas súplicas e desejos numa oração profana

Cada vez mais egoístas, solitários nefandos

A ordem se constrói de entradas e saídas

Ausgang-Eingang

Nossas cidades estão se tornando sítios dentro de gaiolas

Será que o Ibama conseguirá libertá-las?

Sendo assim, mestiços, negros e nordestinos devem saber

Colocar-se, e apreciar as entradas de serviço

Pois isso corrobora para a segurança das pessoas normais.

“Estado de Sítio”, faixa 5 do disco diáspora afronética.

o disco completa a trilogia Zumbi Somos Nós, da Frente 3 de Fevereiro. são de 2006 o filme e o livro “Cartografia do racismo para o jovem urbano”.

a Frente 3 de Fevereiro é um grupo transdisciplinar de pesquisa e ação direta sobre o racismo na sociedade brasileira.

livro e disco podem ser baixados gratuitamente pelo sítio da Frente 3 de Fevereiro, no link downloads.

faixas do disco diáspora afronética:

1. Quem policia a polícia?

2. Batuque Nagô

3. Linha de frente

4. Pare e olhe para a base

5. Estado de sítio

6. Eu vou subir ao céu

7. Reza/Canto pra Xangô/Canto para Oxum

8. Periafricania/Brasileiroz

9. É hora de lutar

10. Groove Berlin

11. Por todas as partes

12. Eu vou pra Palmares

13. Zumbi/Requilombô

14. Diáspora

15. Groove Djs(bonus track)

mais fotos aqui.





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.